Lucilene Reginaldo

lr

Com graduação em 1991 e Mestrado em 1995, ambos em História pela PUC de São Paulo, Lucilene é doutora em História pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Atualmente é professora da Área de Estudos Africanos - História da África – na UNICAMP. Tem experiência nas áreas de Teoria e Metodologia da História, História da Bahia e História de Angola e Congo, século XVIII. Desenvolve pesquisas sobre os seguintes temas: irmandades negras no Império português, igreja e missões católicas em Angola e Congo.
F
ÁREA DE PESQUISA

Irmandades negras no Império português, igreja e missões católicas em Angola e Congo.


TESE

Os Rosários dos Angolas: irmandades negras, experiências escravas e identidades africanas na Bahia. (UNICAMP, 2005).


DISSERTAÇÃO

A História que não foi contada: identidade negra e experiência religiosa na prática do Grupo de União e Consciência Negra (1978-1988). (PUC/SP, 1995).
F2
ARTIGOS

André do Couto Godinho: homem preto, formado em Coimbra, missionário no congo em fins do século XVIII. Revista de História (USP), v. 1, p. 00-00, 2015.

Em busca das raízes. Revista de História (Rio de Janeiro), v. 1, p. 70-73, 2013.

Uns três congos e alguns angolas ou os outros africanos da Bahia. História Unisinos, v. 14, p. 01-09, 2010.

Irmandades e devoções de africanos e crioulos na Bahia setecentista: histórias e experiências atlânticas. Stockholm Review of Latin American Studies, v. 1, p. 24-34, 2009.

África em Portugal?: devoções, irmandades e escravidão no Reino de Portugal, século XVIII.. História (UNESP. Impresso) (Cessou em 2004), v. 28, p. 239-320, 2009.

Preservação documental, patrimônio e acesso: um breve histórico do CEDOC - Centro de Documentação e Pesquisa DCHF/UEFS. Sitientibus (UEFS), v. 1, p. 89-98, 2009.

Vagas infromações, fortes impressões: A África nos livros didáticos de história. Humanas (Feira de Santana), Feira de Santana, v. 1, n.2, p. 99-121, 2002.

Irmãs da Boa Morte: Senhoras do Segredo. Revista da APG (PUCSP), v. 5, p. 9-19, 1993. (em coautoria com Santos, A.S.A)

Identidade negra e experiência religiosa: o Grupo de União e Consciência Negra (1978-1988). Boletim de história, São Paulo, n.1, p. 21-26, 1991.


LIVROS PUBLICADOS /ORGANIZADOS

Os Rosários dos Angolas: irmandades de africanos e crioulos na Bahia setecentista. São Paulo: Alameda/FAPESP, 2011. v. 1.


CAPÍTULOS DE LIVROS (Coautoria)

Em torno de um registro: o livro de irmãos do Rosário das Portas do Carmo (1719-1826). In: Evergton Sales Souza; Guida Marques; Hugo R. Silva. (Org.). Salvador da Bahia: retratos de uma cidade atlântica. 01 ed.Salvador: EDUFBA, 2016, v. 01, p. 203-234.

Como filho obediente nestas interiores terras de África, vou por esta à sua presença?: textos e contextos dos relatos missionários sobre o Reino do Kongo, no século XVIII. In: AVELAR, J. & ÁLVAREZ-LÓPEZ, L.. (Org.). Dinâmicas Afro-Latinas: Língua(s) e História(s). 1ed.Frankfurt am Main: Peter Lang Edition., 2015, v. , p. 243-265.

Santos Negros no trânsito entre a África e o Brasil. In: Patricia Teixeira Santos. (Org.). Coleção Africa & Brasil. 1ed.Curitiba: Positivo, 2015, v. 5, p. 84-121.

Senhora do Rosário dos Pretos, São Benedito de Quissama: irmandades e devoções atlânticas no Bispado de Angola, século XVIII. In: PAIVA, Eduardo França; SANTOS, Vanicléia Silva.. (Org.). África e Brasil no Mundo Moderno. 1ed.São Paulo: Anablume, 2012, v. 1, p. 117-133.

Senhora do Rosáio Mameto Kalunga: devoções, irmandades e experiência negra no Império Português no século XVIII. In: Adone Agnolin, Carlos Alberto de Moura Ribeiro Zeron, Maria Cristina Cortez Wissenbach, Marina de Mello e Souza. (Org.). Contextos missionários. Religião e poder no Império Português. São Paulo: HUCITEC/FAPESP, 2010, v. 1, p. -.

Festas dos confrades pretos: devoções, irmandades e reinados negros na Bahia setecentista. In: Bellini, L.; Souza, E.S.; Sampaio, G. R.. (Org.). Formas de crer. Ensaios de História religiosa no mundo luso afro-brasileiro. 1ed.Salvador: EDUFBA, Corrupio, 2006, v. 1, p. 197-225.

O cadastramento das entidades. In: Yara Aun Khoury. (Org.). Igreja e Movimentos Sociais - Guia de Pesquisa. São Paulo: Com-ARTE/ PUC/CEDIC, 1991, v. , p. 24-31.

F3
Recomendar esta página via e-mail: